CURSO DE UTI NEONATAL

Objetivo do Curso

Formar, em nível de QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL, profissionais que desejam desenvolver competências para atuar na área de UTI Neonatal, no âmbito de Instituições públicas e privadas, educativas e curativas em equipe multiprofissional, valorizando a atenção de qualidade ao recém-nascido e a criança, de forma técnica e científica.

Metodologia de Ensino

O curso será na modalidade presencial, o material de apoio é desenvolvido por professores especialistas e será encaminhado para o e-mail do aluno. Sua proposta pedagógica está assentada na relação teoria-prática e será dividido em 03 módulos com 02 avaliações. Será disponibilizado recurso áudio visual para o docente lecionar.

Público Alvo

  Técnicos de Enfermagem.

Carga Horária

  120 horas.

Conteúdo Programático

  Complexidades do Período Gestacional; Sangramento no período gestacional; Achados patológicos do líquido amniótico; Hiperêmese gravídica; Doença hemolítica perinatal ou aloimunização materna do Rh; Doença hipertensiva na gravidez; Diabetes gestacional; Trabalho de parto prematuro e ruptura prematura das membranas ovulares;
  A Prática da Enfermagem Neonatal; Descrição das unidades neonatais;
  Admissão do Neonato na Unidade de Terapia intensiva; papel da enfermagem; montagem do leito, parâmetros hemodinâmicos; coleta de swab; anotação do técnico em enfermagem;
  Adaptações Neonatais à Vida Extrauterina; Sistema cardiovascular e transição da circulação fetal para a neonatal, Alterações cardiocirculatórias e hematopoéticas; Sistema respiratório; Sistema hepático; Sistema renal; Sistema digestório; Sistema imunológico; Infecções congênitas; Sistema neurológico; Sistema endócrino e metabólico;
  Exame Físico Neonatal; Classificação do RN; Conhecimento do histórico de saúde perinatal; Avaliação do aspecto geral: cor, postura e tônus; Períodos de reatividade; Exame físico do RN;
  A Pele do Recém-nascido; Funções da pele; Anatomia da pele; Embriologia da pele; A pele do RN; Fatores de risco para ocorrência de lesões cutâneas no RN; Causas determinantes de lesões cutâneas em RN (AWHONN, 2001); Cuidados com a pele do RN a termo e prematuro;
  A Família na Unidade Neonatal; A chegada de um novo membro na família; Adaptações Maternas; A construção do papel parental e Reações da família; Fundamentos para o cuidado de enfermagem centrado na família em unidades neonatais; Desenvolvimento do vínculo família-recém-nascido; As necessidades psicoafetivas do recém-nascido; Promoção do encontro entre pais e RN na UTI; Intervenções de enfermagem; O suporte nas situações de perda;
  Avaliação e Manejo da Dor no RN; A dor e suas repercussões no RN; Avaliação da dor do RN: "pistas" e escalas; Escalas multidimensionais de dor neonatal; Estratégias e intervenções para minimizar e tratar a dor do RN;
  Manejo da Estabilidade Térmica; Fisiologia da regulação térmica neonatal; Características do RN; O ambiente térmico neutro; Métodos de proteção térmica e reaquecimento; Tecnologias disponíveis; Distúrbios da ( des )regulação térmica;
  Cuidados Imediatos e Mediatos ao RN; Cuidados imediatos; Cuidados mediatos; Rastreamento ( screening) neonatal, Orientações para o cuidado com o bebê; O processo de alta domiciliar;
  Reanimação Neonatal; Avaliação do RN; Reanimação do RN;
  Cuidados de Enfermagem Voltados para o Desenvolvimento Neurocomportamental do RN; Desenvolvimento dos sistemas sensoriais; Intervenções utilizadas para prevenção de danos; Promoção de cuidados e manuseio individualizados;
  Administração de Medicamentos ao Recém-nascido; Conceitos de farmacocinética; Vias de administração de medicamentos no RN;
  Equilíbrio Hidreletrolítico e Nutricional do RN; Equilíbrio hidreletrolítico no RN; Nutrição do RN; Prematuridade; Classificação e características; Fatores relacionados; principais problemas da prematuridade; Intervenções de enfermagem;
  Distúrbios Respiratórios; Patologias respiratórias do período neonatal; Oxigenoterapia;
  Distúrbios Neurológicos, Hemorragia intraventricular ou intracraniana (HIVe ou HIC);
  Defeitos do tubo neural; Hidrocefalia; Meningocele; Mielomeningocele;
  Distúrbios Gastrintestinais; Enterocolite necrosante, Refluxo gastresofágico;
  Distúrbios Hematológicos; Hiperbilirrubinemia neonatal, Policitemia; Anemia neonatal; Anemia da prematuridade;
  Afecções Cirúrgicas e Malformações Congênitas no Período Neonatal; Malformações congênitas mais encontradas no período neonatal; Manejo do RN cirúrgico; Revisão de cuidados;
  Infecção Neonatal; Causas de infecções relacionadas com a assistência à saúde no período neonatal; Fatores de risco; Indicadores epidemiológicos; Diagnóstico de infecção neonatal; Tratamento; Intervenções de enfermagem.

Em cada assunto pertinente, haverá SIMULAÇÃO REALÍSTICA referente aos cuidados de enfermagem em:

  Punção Lombar;
  Sinais Vitais;
  Punção Venosa;
  Cuidados com a PICC;
  Diluição de Medicamentos;
  Admissão do Neonato na UTI;
  Sonda oro/naso gástrica e jejunal;
  Gastrostomia - Colostomia;
  Dreno de tórax - Penrose e JP;
  Cateterismo de alivio e demora vesical – feminino e masculino;
  Aspiração orotraqueal – sistema aberto e sistema fechado;
  CPAP Nasal – Capacete de Oxihood;
  Curativos Cirúrgicos;
  Montagem do Leito;
  RCP.

Referencial Teórico

  Enfermagem em UTI NEONATAL – Tamez, Raquel - 5ª edição - 2013 – Guanabara Koogan;
  Enfermagem na Prática Materno-Neonatal - Araujo, Luciane de Almeida / Reis, Adriana - 2012 – Guanabara Koogan.

Tenho interesse neste curso